Manhuaçu tem um dos vencedores nacionais do 28º Prêmio Ernesto Illy

O cafeicultor José Pedro Marques de Araújo (Dom Corrêa /Manhuaçu) foi um dos três produtores campeões nacionais do 28º Prêmio Ernesto Illy de Qualidade Sustentável do Café para Espresso. A cerimônia, em São Paulo, na quinta-feira, 04/04.

A Região das Matas de Minas conquistou muito reconhecimento no concurso. José Pedro Marques de Araújo foi o primeiro colocado regional e também será um dos três representantes do Brasil em Nova York, no concurso mundial. Pelo segunda vez, a família estará na disputa pelo melhor café do mundo no prêmio Illy. Em 2017, no 26º Prêmio Ernesto Illy de Qualidade do Café para Espresso, Rafael Marques de Araújo, da fazenda da Serra, em Manhuaçu, nas Matas de Minas, foi um dos três campeões.

A cafeicultora Luiza Miranda (Araponga) ficou na segunda colocação da categoria Região das Matas de Minas.

Os Irmãos Dutra, Ednilson e Walter, garantiram o destaque Diamante pelos vinte anos de fornecimento de Café para a Illy.

RECONHECIMENTO

Além de José Pedro, que foi representado pelo irmão Rafael Marques de Araujo, os outros dois campeões nacionais são os cafeicultores Elmiro Alves do Nascimento, do Cerrado Mineiro, e Carlos Alberto Leite Coutinho, da região Centro-Oeste, como os melhores da safra 2018/19. Os três representarão o país no 4º Prêmio Ernesto Illy Internacional, em outubro, em Nova York.

Elmiro, produtor de Presi

dente Olegário, José Pedro, produtor de Manhuaçu, e Carlos Alberto subiram ao palco para receber seus diplomas e cheques no valor de R$ 10 mil cada um. Os produtores Luis Manuel Martins da Silva (de Angêlandia, Minas Gerais), Maria Lucia Andrade Taramelli (de São Sebastião da Grama, em São Paulo) e Rovilson dos Santos Andrade (de Botelhos, no Sul de Minas) ficaram em 4ª, 5º e 6º lugar nacionais, respectivamente. Os mineiros dominaram a relação dos finalistas nacionais: foram 37 entre os 40 produtores mais bem classificados.

Também foram revelados os vencedores de sete regiões diferentes, sendo quatro das diferentes zonas produtoras de Minas Gerais.

A cerimônia de premiação aconteceu em São Paulo e teve apresença de Andrea Illy, presidente da illycaffè, que falou sobre o atual momento e o futuro da cafeicultura, reforçando o conceito de qualidade sustentável, pilar da empresa e amplamente trabalhado por ela junto a seus fornecedores.

A torrefadora italiana reconheceu, ainda,o Fornecedor Sustentável do Ano e o Classificador do Ano. Foram entregues, ao todo, mais de R$ 120 mil em prêmios.

Entregue anualmente desde 1991, o Prêmio Ernesto Illy é a mais relevante iniciativa de valorização da cafeicultura brasileira. Instituído pela illycaffè como ação fundamental dentro do plano de desenvolvimento da qualidade e sustentabilidade do café no país, o concurso já reconheceu mais de 1.400 cafeicultores ao longo dos anos.

Campeões regionais mineiros:

Cerrado Mineiro

Campeão: Elmiro Alves do Nascimento (Presidente Olegário)

Vice-campeão: Nilton Toshio Yamaguchi (Rio Paranaíba)

Chapada de Minas

Campeão:Luis Manuel Martins da Silva (Angelândia)

Vice-campeão: Mansur e Pimenta Agronegócios (Água Boa)

Matas de Minas

Campeão: José Pedro Marques de Araujo (Manhuaçu)

Vice-campeão: Luiza Araujo Miranda (Araponga)

Sul de Minas

Campeão: Rovilson dos Santos Andrade (Botelhos)

Vice-campeão: Katia Cristina Melo Reis (Cabo Verde)

Fornecedor Sustentável do Ano

Gláucio de Castro (Patrocínio – Cerrado Mineiro)

Classificador do Ano

1º lugar nacional -Hugo Passos Swerts Junior (Sul de Minas)

2º lugar nacional -Augusto Cesar Freitas de Souza (São Paulo)

3º lugar nacional -Ronaldo Cypreste (Cerrado Mineiro)

A ILLYCAFFÈ

A illycaffè é uma empresa familiar italiana, fundada em Trieste em 1933, comprometida em oferecer o melhor café do mundo. É a marca de café mais global, produzindo um único blend de café espresso 100% arábica, com grãos provenientes de 9 países fornecedores, sendo o Brasil o principal.

São consumidas mais de 7 milhões de xícaras de café illy por dia, em cafeterias, restaurantes, hotéis, escritórios e residências de mais de 140 países. Precursora do espresso, a illycaffè é considerada líder em ciência e tecnologia do café graças a três radicais inovações.

Ao promover o primeiro Prêmio Ernesto Illy de Qualidade Sustentável do Café para Espresso, no Brasil em 1991, também foi pioneira na compra direta dos fornecedores, compartilhando know-how e pagando preços acima do mercado para quem atinge seus padrões de qualidade, em parcerias sustentadas pelos princípios do desenvolvimento sustentável.

Com o objetivo de difundir a cultura do café, fundou a Università del Caffè, um centro educacional de excelência que oferece treinamento teórico e prático em todos os aspectos do café para cafeicultores, baristas, equipes de lojas de café e amantes da bebida.

Tudo que é “made in illy” é realçado pela beleza e a arte, representando os valores fundamentais da marca, a começar pelo seu logo, como são as mais de 100 xícaras da renomada illy Art Collection, desenhadas por artistas internacionais.

 

 

FONTE: Illy Café

Compartilhe

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*