Moradores de Manhuaçu contabilizam os prejuízos causados pela maior enchente da história

Após toda a enchente que inundou parcialmente a cidade de Manhuaçu, neste domingo 26/01, após a baixa de mais de 80% da água, moradores e comerciantes começam a voltar aos locais afetados e ter noção de toda a devastação do alagamento.

A cidade está praticamente toda parada ainda. Baixada, Engenho da Serra, partes da avenida Getúlio Vargas, no bairro Coqueiro, rua Desembargador Alonso Starling, rua Olímpio Vargas, rua Júlio Bueno entre outras ainda possuem muita sujeira acumulada e um sinal da grande destruição. O que se vê são portas de vidro quebradas, comércios inteiros alagados com produtos que não foram retirados, automóveis que foram totalmente cobertos pela água, casas e até um prédio destruídos, locais inteiros saqueados e muita dor. Nossa reportagem conversou com diversas pessoas afetadas e uma palavra que todos diziam foi, dor, “de ver tudo que construíram por muito tempo ir embora tão rápido”; “sonhos que foram levados com a enchente”;”Nossa região foi muito castigada e muita gente não acreditou que viesse tanta água”;”infelizmente o que resta agora é erguer a cabeça, recomeçar e chegar novamente onde parou”.

Ainda existe muito trabalho e limpeza até que a cidade e toda a região volte à normalidade para o recomeço de muitos.

A meteorologia ainda prevê níveis altos de chuva para nossa região o que ainda alarma a todos devido ao problema passado de sexta-feira para sábado.

 

 

 

Compartilhe

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*