Prefeitura de Mutum confirma 23 casos de Covid-19 em funcionários de empreiteira

A Prefeitura de Mutum confirmou neste domingo (24), 23 novos casos de Covid-19 no município. Todos eles em trabalhadores de uma empresa de transmissão de energia.

De acordo com uma nota divulgada pelo município, a prefeitura foi notificada pela empresa sobre a chegada dos funcionários para trabalhar e o local onde ficariam isolados, seguindo os protocolos de segurança e prevenção à Covid-19, exigidos pela Secretaria Municipal de Saúde e pelo Comitê de Crise. Eles estão na cidade desde o dia 18 de maio.

Ainda segundo o Executivo, foram mobilizados 32 trabalhadores e 23 foram confirmados com a doença. Do total, apenas um apresentou os sintomas. As amostras para exame foram coletadas na quarta-feira (20).

“Os 23 (vinte e três) trabalhadores que testaram positivo permanecerão em isolamento total e aqueles profissionais que tiveram contato com qualquer dos casos positivos serão colocados a partir desta data também em isolamento total, sendo liberados apenas após a finalização do período recomendado de isolamento e estando assintomáticos ou até realizarem novo exame que comprove a não existência da contaminação pelo COVID-19, sendo assim considerados curados”, disse a prefeitura em nota.

O que diz a empresa

A reportagem entrou em contato com o responsável pela empresa que teve os funcionários testados como positivos para a doença. Segundo Ewerson Nascimento, supervisor administrativo, os trabalhadores estavam em Alvarenga (MG) e chegaram a Mutum assintomáticos.

“Recebemos a notícia que cinco funcionários nossos, que estavam em Alvarenga, testaram positivo para Covid-19. Decidimos testar, preventivamente, todos os 30 funcionários que estavam em Alvarenga e foram deslocados para cá (Mutum), mais quatro funcionários que tiveram contato com esses 30”, disse.

Ainda de acordo com o supervisor administrativo, a empresa adotou todos os procedimentos que são indicados pela Organização Mundial da Saúde (OMS).

“Nós tínhamos distribuição de álcool em gel, máscara, monitoramento de funcionário, aferição de temperatura e resolvemos fazer essas testagens devido aos casos de Alvarenga”, explicou.

Ewerson disse ainda que foram notificados 22 casos positivos, e não 23 como divulgado pela prefeitura. Além disso, nove deram negativo e três que os resultados estão sendo analisados novamente.

“Com esses resultados em mãos, nossos funcionários estão alojados em um alojamento nosso que fica distante da cidade, numa zona rural. Esse alojamento está fechado, eles já estavam em quarentena e permanecerão em quarentena”, disse.

Segundo Ewerson, o alojamento tem um vigilante para garantir que os funcionários permaneçam isolados, além de garantir médicos e atendimentos psicológicos. Ele garantiu também que os colaboradores receberão os salários normalmente.

 

 

FONTE: Por Matheus Mesmer, G1 Vales de Minas Gerais / Foto Leo Gomes

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*